PETR SELEPA-Embaixador da República Checa

32

É INEGÁVEL QUE AS RELAÇÕES ENTRE A REPÚBLICA CHECA E PORTUGAL SÃO MUITO SIGNIFICATIVAS

O ano de 2018 foi de extrema importância para a República Checa pois foi o ano em que se assinalou o 100° aniversário da fundação da Checoslováquia. E mesmo tendo em conta que, após a divisão de cariz amigável de 1993 – que deu origem aos Estados da República Checa e da República da Eslováquia – atualmente a Checoslováquia já não existir, o nosso país comemora e celebra o centenário da fundação da Checoslováquia como sendo um importante marco na história do nosso país e de toda a Europa. O ano de 2018 foi por isso marcado por diversas iniciativas, comemorações, exposições, concertos e eventos para assinalar este centenário. Não só por todo o território da República Checa como também um pouco por todo o mundo. No caso de Portugal, a Embaixada da República Checa em Lisboa, em parceria com a Embaixada da República Eslovaca em Lisboa e com a Universidade Católica Portuguesa, organizou a Conferência “1918 – 2018: Czech and Slovak Common Century”, que teve lugar nas instalações da Universidade Católica, em Lisboa, no mês de outubro. Além disso, para assinalar este momento histórico, organizámos ainda um Recital no Palácio da Foz, em Lisboa.
Fazendo o paralelismo para as relações da República Checa com Portugal e aquilo que elas representam nos dias de hoje, considero-me otimista perante o desenvolvimento natural e muito positivo das relações entre ambas as nações, quer num quadro político-económico, quer num quadro cultural. De facto, a República Checa, de ano para ano, tem aumentado constantemente as relações com Portugal, desafiando assim a distância que separa ambos os países. Duas razões óbvias que sustentam estes factos são o incremento das ligações aéreas e, claro, a pertença à União Europeia por parte dos dois Estados. Em específico no campo económico e comercial, a República Checa tem oferecido muitas oportunidades aos empresários portugueses por duas vias diferentes, mas por vezes complementares: quer quando as empresas portuguesas procuram estabelecer o seu investimento ou comércio na Europa Central; quer quando o intuito principal dos empresários portugueses passa por encontrar fornecedores de produtos industriais para os seus negócios. O evento “Czech Startup Night” promovido pela nossa Embaixada, no passado mês de novembro, a propósito da Web Summit, merece especial ênfase por se tratar de uma iniciativa que visou dar a conhecer o trabalho que 10 startups checas têm vindo a desenvolver. Uns meses antes, em maio do ano passado, a Embaixada organizou também uma apresentação de várias marcas de cerveja checa no âmbito dos projetos de diplomacia económica, que culminou com o evento denominado “Festa da Cerveja Checa”, que foi organizado pela Embaixada em parceria com a Câmara Municipal de Cascais, e que possibilitou ao público em geral a degustação de várias marcas de cerveja checa – Pilsner Urquell, Kozel, Budvar, Staropramen e Celia. No passado mês de Abril, sucedeu ainda um seminário empresarial na área da saúde, denominado “Jornadas Científicas de Ortopedia”, que foi organizado pela Embaixada em parceria com a Santa Casa da Misericórdia do Porto, e que ocorreu no Hospital da Prelada, no Porto, tendo contado com a presença das duas empresas checas Beznoska e Medin.

(…) considero-me otimista
perante o desenvolvimento natural
e muito positivo das relações
entre ambas as nações (…)

Relativamente a acontecimentos do foro económico-comercial é também de salientar a recente compra da empresa Reda s.a., com sede na República Checa, por parte do grupo português Paul Stricker, uma empresa que opera no mercado dos produtos promocionais e corporativos. As relações económicas, comerciais e de investimento encontram-se, portanto, em ascensão, com os dados estatísticos do comércio bilateral a comprovar isso. Não obstante, considero que ainda existe um bom potencial para crescimento dos negócios, nomeadamente em relação a áreas menos exploradas.

Mais um dado bem revelador de como a República Checa está apostada em incrementar as relações com Portugal foi a inauguração, no passado dia 7 de junho, do Consulado Honorário da República Checa no Porto, com competências para a região do Norte de Portugal. Este novo Consulado Honorário, em cooperação com a Embaixada da República Checa, irá prestar assistência a pessoas singulares e coletivas checas e proteger os seus interesses na região, apoiando o desenvolvimento de contactos comerciais, económicos, culturais e científicos bilaterais entre os dois países. As relações em termos culturais entre a República Checa e Portugal também se têm manifestado fortemente. Um exemplo disso são as palestras do Professor Tomáš Halík que aconteceram no passado mês de novembro em Lisboa ou os vários recitais, mostras cinéfilas ou de teatro, e a organização de conferências e exposições que foram acontecendo ao longo do ano transato.

“A presença da língua portuguesa
em diversas instituições de ensino
da República Checa também é
reveladora da afinidade que os checos
nutrem por Portugal e pelo mundo lusófono”

A presença da língua portuguesa em diversas instituições de ensino da República Checa também é reveladora da afinidade que os checos nutrem por Portugal e pelo mundo lusófono. Entre as instituições que apoiam a divulgação da língua e cultura portuguesa, destacam-se sobretudo: o Centro de Língua Portuguesa/Camões, I.P. em Praga, a Universidade de Carlos IV em Praga, a Universidade Masaryk em Brno, a Universidade Palacký em Olomouc, a Universidade de Hradec Králové e a Universidade de Economia em Praga. O grande número de checos que estão a estudar a língua portuguesa significa também, que as empresas portuguesas que se queiram basear na República Checa não terão problemas em encontrar colaboradores checos fluentes em português. Também a recente nomeação da República Checa como Observador Associado da CPLP desde o final do ano 2016 é prova do crescente interesse por Portugal e pelo mundo lusófono em geral. Para estreitar as relações comerciais entre os dois países foram também criadas, ainda em 2017, duas câmaras de comércio bilaterais: a portuguesa Câmara de Comércio, Indústria e Turismo de Portugal e República Checa e a sua congénere, a Câmara de Comércio Checo-Portuguesa.

O interesse da República Checa em Portugal nos últimos anos culminou ainda com a Visita de Estado do Presidente da República, Milos Zeman, a Portugal, que aconteceu em dezembro de 2016 e que foi acompanhada pela organização de Fórum Comercial que colocou em contacto mais de 100 empresas portuguesas e checas. Durante o mencionado Fórum Empresarial, foi assinado ainda um Memorando de Entendimento para a criação de um Conselho Económico e Empresarial, entre a União de Indústria e Transportes e a organização parceira, a Associação Industrial Portuguesa.Também na área parlamentar tem-se verificado uma boa relação com várias visitas de Deputados Checos a Portugal. A mais recente visita aconteceu entre 19 e 22 de novembro com a visita oficial da Delegação dos Deputados da Comissão de Petições da Câmara de Deputados do Parlamento da República Checa.
Neste contexto, podemos concluir que é inegável que as relações que a República Checa tem com Portugal, são muito significativas. Olhando para 2019, procuraremos incrementar ainda mais esta excelente relação, baseada no respeito mútuo e na boa cooperação.
Petr Selepa,
Embaixador da República Checa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *